Total de visualizações de página

segunda-feira, 28 de outubro de 2019

ERA UMA VEZ...



Bodas de Prata de meus pais...
Quero compartilhar com você, uma preciosidade encontrada hoje no meu baú de recordações.
Um lindo poema escrito por minha avó paterna 
Maria Petrina Fontes. 
Minha avó escreveu esse poema para meus pais, Manfredo e Irene pela ocasião das Boda de Prata deles, no ano de 1965.
Compartilho também com meus filhos, primos e todos os outros descendentes dos Fontes.
Aqui o transcrevo :

" Salve! 8 de Dezembro de 1965
Meus diletos e amados filhos Manfredo e Irene.

Oito de Dezembro, dia da Imaculada Conceição,
Dia em que vocês entrelaçaram seus corações,
Pelo laço sublime do sagrado matrimonio;
Dia inesquecível, repleto de gratas recordações.

Sim meus diletos e amados filhos,
Eu os felicito por esta data memorável,
Rogando a Deus que os cubra de bençãos
E que os conserve sempre um casal inigualável.

Da mamãe que os abraça e abençoa
com toda efusão de sua alma
Maria Petrina de Lima Fontes"

É com muito carinho e orgulho que faço essa homenagem
a minha avozinha que está no céu olhando por nós, seus netos,
bisnetos e trinetos.

Ana Fontes

Manuscrito original de minha avó


Nenhum comentário:

Postar um comentário