Quando chega a tempestade

 


Bom dia.

É existe muita verdade no texto de Sandra Pujol que li, porém quando baixa uma tempestade em nossas vidas, difícil e demorada para passar deixamos de celebrar o sol e às vezes até esquecemos de agradecer a dádiva de um novo amanhecer.

Somos atropelados pela infinidade de atribuições que lhe são cumuladas.

Já passei muitos e muitos dias que ao abrir as janelas sorria e agradecia o sol brilhando a nos aquecer, olhar a relva branquinha orvalhada, sentir tamanha felicidade e agradecer por ter tido a oportunidade de mais um amanhecer e poder contemplar a natureza.

Mas quando somos surpreendidos por essas tempestades da vida tudo fica diferente, é como se o sol não brilhasse mais, a relva não mais orvalhada e tudo fica encoberto por uma nuvem escura.

Sua vida fica cinzenta e a esperança é Deus que te carrega no colo, e assim não pirar.

Ana Fontes

(Esse texto escrevi no Facebook em 12/08/2020, após receber o texto de Sandra Pujol, que está circulando pela internet sobre as idades das pessoas, pandemia e principalmente sobre os idosos.)

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dia 1º de Maio - Dia do Trabalho

POBRES INOCENTES...

Meu querido irmão caçula!