Total de visualizações de página

sábado, 17 de agosto de 2019

QUESTIONAMENTOS...




As vezes me pergunto. Quem sou eu?
Para uns sou chata, para outros intolerante, já para outros, autoritária, pessimista, dominadora, alarmista, dramática, exigente... 
Será que só tenho defeitos? E qualidades, não as tenho?
Será que ninguém me enxerga como Eu sou? Será que tenho uma visão errada de mim?
Será que sou essa que pintam?
Essa não sou EU. Sou um ser humano criado por Deus a sua imagem e como ser humano com qualidades e defeitos. Todos são assim.
Será que só enxergam meus defeitos? E a temperança onde fica? Só sabem apontar defeitos...
Fazem-me acreditar que sou um poço de defeitos. Seria EU diferente dos outros seres humanos?
Como a humanidade é perversa, não têm a capacidade de enxergar os outros como eles o são.
Valorizam demasiadamente os defeitos dos outros mas não enxergam os seus ou quem sabe, projetam os seus nos outros.
Eu, sou Eu! Meus defeitos e minhas qualidades fazem parte desse Eu como qualquer outro ser humano.
Defeitos não são para serem apontados a toda hora. Mas sim compreendidos, tolerados, desculpados, e através do diálogo estimular esse Eu tão defeituoso a melhorar, com amor e compreensão. Apontar magoa e afasta.
Olhando-me em meu interior vejo um Eu totalmente diferente. Vejo um ser humano, criado por Deus, merecedor de respeito, compreensão. 
Cada um é um, único e nem por isso deve ser apontado, criticado a todo momento.
Sejamos felizes! 
Sejamos capazes de aceitar o outro do modo como ele é.
Aprendamos a conviver com os acertos e erros do outro para não magoar. Afinal somos humanos!
A virtude da temperança é fundamental!
Afinal quem sou Eu?
EU sou EU! E não como querem que seja, cópia de outrem.
EU, sou ÚNICA! Com defeitos? Sim! Mas também com uma infinidade de qualidades.

Citando Jesus Cristo: "Amai a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo!"

"Procurei o Senhor, e Ele me atendeu,
livrou-me de todos os temores." Salmo 33(34), 5"

Clamo ao Senhor! Ele me ouve e responde!



Nenhum comentário:

Postar um comentário