Total de visualizações de página

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

O escritório. Ah! Meu escritório!



Nele me realizo! É nele que tenho um tesouro, meu PC! Nele posso criar, criar e criar! Essa máquina fabulosa! É nela que escrevo minhas alegrias,
minhas dores, minhas tristezas. É também através dela, que expandi meu  círculo de amizades por todo esse Brasilzão, recebendo e enviando e-m,
minha lista cresceu, e muito. Fico feliz, muito feliz, pois essa máquina,  aparentemente tão fria, é capaz de estabelecer e espalhar o amor, o  carinho, a amizade e tantos outros sentimentos. Abençoada máquina!
Senhor, abençoai meus amigos, são tantos! Amigos virtuais!
Não os  conheço pessoalmente, mas através de suas mensagens, conheço-lhes a  alma, o jeito de ser, seus gostos!
É através dessa máquina, dessa tela aparentemente fria, que me interajo com eles. É através dessa tela que os vejo, ouço, acalanto-os, e a mim,  acalanto-me com suas alegrias, dores... Alguns alegres, cheios de vida,  outros tristes, doloridos pelos reveses da vida.
Bendita telinha! Ela leva mensagens de otimismo, para lá e para cá, nos  quatro cantos do mundo, mensagens de parabéns, otimismo, incentivo,  força, coragem, alegrando muitos e muitos corações.
Ana Fontes
(julho/2004)

Nenhum comentário:

Postar um comentário